Portal Expressiva

EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

14º Simpósio de Serviço Social[...]

Previsão do Tempo - Epagri/Ciram

Festival de Inverno começa a ganhar a forma

  • 24-02-2017
  • A segunda edição do Festival de Inverno Serra Catarina vem sendo pensada há algum tempo. Nesta quarta-feira (22), a Câmara de Dirigentes Lojista de Lages, mobilizadora das ações, reuniu com os parceiros do primeiro evento e os novos apoiadores do festival para alinhar as atividades. A ideia é ampliar a abrangência e tornar o Serra Catarina regional.

    No encontro com secretários de turismo da Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures) a presidente Rosani Pocai fez uma apresentação do que foi o primeiro festival e o que se pretende para este ano. “Temos que pensar e agir de forma regionalizada. Nossos vizinhos têm muito a contribuir para o fortalecimento do evento e o desenvolvimento coletivo do turismo na Serra”.

    A identidade visual e proposta de material de divulgação estão sendo analisadas. Paralelamente, ocorre o levantamento dos eventos que podem compor a programação e planejamento do encontro de lançamento do festival. 

     

    Foto: Catarinas Comunicação - Pablo Gomes

  • Comentários
  • Governo do Estado investe na pavimentação da SC-120, na Serra Catarinense

  • 24-02-2017
  • Santa Catarina contará em breve com uma nova ligação asfáltica entre duas das suas principais rodovias, as BRs 282 e 470. Assim como a SC-114, que passa por Palmeira e Otacílio Costa e recebe investimentos de R$ 78 milhões do Governo do Estado, a SC-120, entre São José do Cerrito e Curitibanos, também está em obras.

    Com recursos de R$ 81 milhões também do Governo do Estado, os trabalhos são executados ao longo de 40 quilômetros. Neste momento, são realizados os últimos serviços de terraplanagem e limpeza da vegetação às margens da estrada.

    A pavimentação também já foi iniciada pelo trecho de Curitibanos, e nas próximas semanas terá sequência em todo o percurso. As máquinas do britador e a usina de asfalto da empreiteira vencedora da licitação já estão instaladas e prontas para operar.

    Nesta semana, os secretários das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) de Lages, João Alberto Duarte; e de Curitibanos, Luiz César Abrahão; percorreram toda a rodovia e ficaram satisfeitos com o andamento das obras.

    “É uma obra muito grande, com vários equipamentos e homens trabalhando em todo o trecho, e como os pagamentos por parte do Governo do Estado estão rigorosamente em dia, não existe nenhum problema. Essa é uma região de grande atividade agrícola, e o asfalto vai ajudar muito no escoamento das produções e também no deslocamento dos moradores e turistas, já que será uma nova rota entre a Serra o Meio-Oeste”, diz João Alberto Duarte.

    “O governador Raimundo Colombo sempre nos questiona e cobra agilidade, por isso temos acompanhado todo o andamento das obras. Estamos muito satisfeitos com o ritmo, e nos próximos meses entregaremos à comunidade mais este importante investimento do Governo do Estado”, conclui Luiz César Abrahão.

     

    Obra integra o programa Pacto por Santa Catarina

     

    Além da SC-120, entre São José do Cerrito e Curitibanos, o Governo do Estado investe atualmente em várias outras obras rodoviárias na região serrana.

    Destaque para a pavimentação da SC-390, entre Anita Garibaldi e Celso Ramos; a pavimentação da rodovia Caminhos da Neve, entre São Joaquim e Bom Jesus (RS); a revitalização da SC-390, entre Capão Alto e Campo Belo do Sul; a revitalização da SC-114, entre Lages e Bom Jardim da Serra; e a reconstrução da SC-114, entre Lages e Otacílio Costa.

    Todas as obras integram o Pacto por Santa Catarina, pacote de ações criado em julho de 2012 pelo governador Raimundo Colombo e que é o maior programa de investimentos em infraestrutura na história do Estado. Ao todo, neste momento, existem perto de 200 obras rodoviárias que somam mais de dois mil quilômetros em todas as regiões, o equivalente a 30% de toda a malha viária catarinense.

     

     

    Agência de Desenvolvimento Regional de Lages/Pablo Gomes - Jornalista

  • Comentários
  • Município de Campo Belo do Sul recupera o equilíbrio das contas

  • 23-02-2017
  • O ajuste nas contas da Prefeitura de Campo Belo do Sul se deveu ao forte trabalho de recuperação fiscal realizado nos últimos quatro anos. A partir da nova gestão, em 2017, os planos do prefeito Edilson Souza, antes de falecer, eram, ao lado do vice, iniciar os trabalhos a partir da conquista do equilíbrio financeiro. Diante dos fatos, o agora prefeito, Tadeu Martins, ressalta que o Município está em dia com os fornecedores e com todas as negativas em ordem, principalmente a do INSS. Porém, a capacidade de investimentos ainda é limitada. A determinação é comprar somente o que se pode pagar. A receita anual é de aproximadamente R$ 18 milhões.  “Estamos contendo gastos, visando formar caixa, para podermos dar contrapartidas a emendas e outras receitas estaduais e federais”, salienta o prefeito.

    Com as contas saneadas, o Município avançou também na regularização de outras questões, que anteriormente nunca haviam sido pagas. É o caso dos direitos e licenças dos funcionários públicos. Além disso, nada ficou para trás no acerto com o pessoal exonerado em dezembro último, e, está iniciando o pagamento de dívidas com precatórios. As sobras estão sendo priorizadas nas licitações para a compra de medicamentos, de peças e pneus para os maquinários, no transporte de alunos e na merenda escolar. “Quanto aos remédios, há muita complexidade na distribuição, uma vez que não conseguimos cotar alguns itens. As distribuidoras simplesmente não fazem preço na primeira chamada, causando problemas na compra”, enfatiza o prefeito.

    Ainda conforme o Chefe do Executivo, estruturalmente, das cinco secretarias, apenas três já estão com os titulares nomeados. A da Agricultura é uma das que não há um gestor ainda. No entanto, os trabalhos já estão andando, na busca da recuperação dos mais de mil quilômetros de estradas do interior. É que o munícipio está esperando uma excelente safra de grãos neste ano. No entanto, devido à grande extensão da malha, a prioridade é atuar nos pontos mais críticos visando facilitar o escoamento. A falta de uma cascalheira dificulta o trabalho.  Na área urbana, os projetos são dirigidos à pavimentação de ruas, e principalmente, na implantação de um sistema de esgoto sanitário. Projeto nesse sentido faz parte de negociações com a Casan, que é a principal responsável. “Politicamente, o bom relacionamento com a Câmara de Vereadores e com as principais comissões, nos facilita realizar uma boa administração”, conclui o prefeito.

  • Comentários
  • Unifacvest: ingresso pelo Histórico Escolar

  • 23-02-2017
  • O Centro Universitário Unifacvest possui 27 cursos de graduação presenciais (entre graduações, licenciaturas e tecnologias), nas áreas da Saúde, Educação, Ciências Jurídicas, Comunicação, Gestão e Engenharia. E a instituição oferece os melhores preços e condições do mercado para oportunizar o curso superior a vários públicos.

    Nesta semana, a Unifacvest promoveu uma campanha de divulgação em vários pontos da cidade para incentivar o ingresso pelo Histórico Escolar. Na quarta e na quinta-feira, jovens de terno e gravata distribuíram folders com os nomes dos cursos, o tempo de duração, os valores, a titulação, o turno das aulas, e o número de vagas.   

    Os interessados só precisam retirar o Histórico Escolar na instituição em que concluíram o ensino médio, levar toda a documentação pessoal até Unifacvest, na Avenida Marechal Floriano, e pagar a taxa de matrícula.   

    Todos os cursos da Unifacvest são guiados por uma grade curricular ampla e moderna, que ajuda o acadêmico a se tornar um profissional diferenciado, atendendo as expectativas e as exigências do mercado de trabalho. A rotina acadêmica mescla aulas teóricas (com uma didática contemporânea), e práticas, (com ferramentas modernas). As aulas são ministradas por mestres em constante atualização, em salas e laboratórios bem equipados. 

     

    Rede de Ensino Univest/Assessoria de Comunicação

  • Comentários
  • Educação Municipal chama mais de 500 professores em um mês

  • 23-02-2017
  • A Secretaria Municipal da Educação está atuando desde os primeiros dias do ano nos processos de chamamento e convocação dos professores aprovados no último concurso público, contratação dos profissionais em caráter temporário e auxiliares de turmas que atuam nos centros de educação infantil, estes aprovados no processo seletivo, ambos realizados no ano de 2016. Isto contabiliza a contratação de mais de 500 professores em um período de um mês de trabalho.  Para entender melhor todos estes processos a Secretaria da Educação está detalhando toda a cronologia de serviços realizados nestes casos específicos. 

       Já no início do mês de janeiro a equipe técnica, através de um Edital, realizou a chamada de aproximadamente 200 professores lotados na Secretaria da Educação, com critérios de escolha de vagas nas unidades escolares. Concluída esta primeira ação, no dia 15 de janeiro iniciou-se também o processo de convocação dos professores aprovados no concurso público.

       De acordo com a secretária municipal da Educação, Valdirene Vieira, nesta etapa foram efetivados 130 profissionais, sendo 70 da Educação Infantil e 60 das séries iniciais e finais do Ensino Fundamental. O processo de contratação deve obedecer alguns critérios e encaminhamentos legais realizados pelo Departamento de Recursos Humanos (DRH).

  • Comentários
  • PMA abre inscrições para teste de seleção de protetores ambientais em Lages

  • 23-02-2017
  • O período de inscrições para o teste que vai selecionar os interessados em serem protetores ambientais em Lages vai até o dia 8 de março. Podem participar adolescentes de 12 a 14 anos que estejam matriculados nas redes municipal, estadual e particular de ensino no período matutino.  Os interessados podem efetivar sua participação se inscrevendo pela internet no endereço https://goo.gl/forms/86v61vXzrTSScN8e2.  O curso de 180 horas é gratuito com aulas uma vez por semana no período vespertino.

    O teste de seleção será realizado no dia 11 de março, às 09h, na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC/CAV), no bloco do curso de Veterinária. A Polícia Militar Ambiental reforça que o candidato deverá chegar às 08h30min no local da prova.

     

    Para tirar dúvidas ou solicitar informações basta entrar em contato com o cabo Ilton Agostini Júnior ou soldado Katiane Wiggers Melo pelos telefones 49 3222-3274 ou 3222-3171, das 12h às 19h.

     

    Conteúdo cobrado no teste

    Problemáticas ambientais; flora; fauna; recursos hídricos; resíduos sólidos recicláveis; sustentabilidade; biomas; aquecimento global; poluição; energias renováveis; noções de legislação ambiental; educação ambiental e ecologia.

     

    Catarinas Comunicação/Fotos: PMA

  • Comentários
  • Lideranças firmam pacto pela SC-370 entre Rio Rufino e Urubici

  • 23-02-2017
  • Prefeitos, vices, presidentes de câmaras e lideranças políticas da região de São Joaquim firmaram um pacto na noite desta quarta-feira (22), pela pavimentação da SC-370 entre Rio Rufino e Urubici. Uma comissão permanente envolvendo inclusive entidades de classe começou a ser montada para monitorar e cobrar a execução dos 30,3 quilômetros do trecho que tem projeto executivo pronto desde 2013.

    A reunião com mais de duas horas de duração lotou a Câmara de Vereadores de Rio Rufino e contou até mesmo, com a presença da secretaria executiva da Agência de Desenvolvimento Regional de São Joaquim Solange Pagani. O primeiro encaminhamento será entregar ao governador Raimundo Colombo mês que vêm, na abertura da XIII Festa Nacional das Hortaliças um documento assinado por todas as lideranças política daquela regional.

    A iniciativa do ofício partiu do prefeito de Urubici Antônio Zilli que disse conhecer o drama dos moradores das margens da SC-370 há mais de 40 anos. Junto com o prefeito de Rio Rufino Thiago Costa, eles coordenarão os trabalhos da comissão que terá representação de todos segmentos produtivos dos seis municípios abrangidos por aquela microrregião.

    O presidente da Amures prefeito de Otacílio Costa Luiz Carlos Xavier pedirá que o documento seja assinado por todos os prefeitos da Serra Catarinense. “Ao tomar posse na Amures disse que temos que pensar agir localmente, mas pensar regionalmente e estaremos juntos com os colegas prefeitos neste pleito”, defendeu.

    A ata assinada desta primeira reunião e o ofício a ser entregue ao governador será produzido pela equipe técnica da Amures que fará parte da comissão. Uma audiência futura será convocada para que a comunidade conheça o projeto da rodovia.

    O que exigem as lideranças é que o governo do estado tome uma atitude em relação a SC-370, cujo projeto está na gaveta. Durante a reunião ocorreram vários desabafos e resgatadas histórias até difíceis de acreditar sobre as dificuldades e o atraso econômico que está causando a falta de pavimentação da rodovia.

     

    Obra orçada em mais de R$ 100 milhões

     

    A SC-370 já teve no passado a nomenclatura de BR-475. Teve trechos que exigiram abertura de picadas na mata, especialmente na Serra do Corvo Branco. Sua trajetória segue por Grão Pará, Braço do Norte, Gravatal até chegar em Tubarão, na BR-101. Seu traçado sempre teve um objetivo claro, o Porto de Imbituba.

    Na década de 1970 chegou a ser incluída no plano de prioridades federais, mas o dinheiro para sua pavimentação nunca chegou efetivamente ao destino. Foi realizado até um ato para assinatura de convênio para a construção das primeiras pontes nas localidades de Rio do Tigre, Vacariano e Consolação.

    O que resta hoje daquele convênio são ruínas de galerias, pontes e bueiros comprometidos pela ação do tempo.

    Em 2013 a empresa Engevix Engenharia elaborou o projeto executivo da SC-370. O trecho inicia no entroncamento com a SC-112 em Rio Rufino e vai até o entroncamento com a SC-110, em Urubici. Sob argumento de falta de recursos, a execução física nunca foi nem mencionada pelas autoridades.

    O projeto da SC-370 indica um investimento superior a R$ 100 milhões para sua execução. Só pelo projeto, a Engevix recebeu quase R$ 2 milhões. Em desapropriações, o levantamento cadastral indica que 137 propriedades serão atingidas pela obra. Mas nenhum morador está preocupado, porque quatro décadas se passaram entre abandonos e promessas que nunca foram realizadas.


    Oneris Lopes 

  • Comentários
  • DNIT/SC realiza segunda licitação para passarelas da BR-282 em Lages

  • 23-02-2017
  • O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, Regional Santa Catarina (DNIT/SC), realizou ontem, conforme previsto, a nova licitação para a construção de passarelas para pedestres no trecho urbano da BR-282, em Lages. 

    A Empresa Zanco foi a vencedora da licitação e de acordo com o DNIT/SC está provisoriamente em primeiro lugar. A licitação está na fase de análise de proposta.

    A deputada federal Carmen Zanotto, que vem acompanhando junto aos órgãos responsáveis este processo, espera que a licitação, desta vez, tenha sucesso. “As passarelas são essenciais e nossa expectativa é que a ordem de serviço da obra seja realizada o mais breve possível”, declara a parlamentar. 

    A primeira licitação foi realizada em 29 de novembro. No entanto, o DNIT teve que fracassar a porque as empresas participantes apresentaram valores muito superiores aos orçados no projeto elaborado em Brasília. 

    Estão previstas cinco passarelas para a travessia entre os bairros Santa Maria e Gethal (nas proximidades da Rua Campos Sales), Frei Rogério/ Passo Fundo, localidade de Índios, Bates/Vila Mariza e São Francisco/ São Paulo.

     

     

    Gabinete Carmen Zanotto

  • Comentários