Portal Expressiva

EVENTOS

Blogs e sites Parceiros

14º Simpósio de Serviço Social[...]

Previsão do Tempo - Epagri/Ciram

Escolinha da PM ensina futuros cidadãos para o trânsito

  • 11-10-2018
  • Ensinar para as crianças desde cedo as regras do trânsito é uma questão de cidadania e segurança. O pequeno Victor Rafael Lima, de 10 anos, sabe bem as regras para pedestres e, no futuro, acredita que será um motorista bem consciente. “É só ficar atento à sinalização, respeitar os limites de velocidade. Os pedestres devem sempre atravessar na faixa”, explica.

    Essas informações Victor aprendeu junto com outros 25 estudantes do quarto ano da Escola de Educação Básica Zulmira Auta da Silva na Escolinha de Trânsito do 6º Batalhão de Polícia Militar, em Lages, reativada recentemente. A ideia é trabalhar a educação das crianças para o trânsito de maneira lúdica.

    A escolinha se tornou realidade por meio de um projeto apresentado pelo 6º BPM ao Fundo da Infância e Adolescência (FIA) na cidade. O chefe do setor de trânsito, sargento Jhonatan Branco, conta que com a verba recebida foi possível montar uma pista móvel com cones, placas de sinalização e carrinhos. Além disso, o comandante da 2ª Região, tenente-coronel Moacir Gomes Ribeiro, intermediou com uma empresa de Brusque a doação de cinco carrinhos que serão utilizados na simulação de uma via urbana.

    A partir de agora, uma vez por semana, crianças com idade entre 10 e 11 anos, de escolas públicas e particulares de Lages, terão a oportunidade de passar uma tarde no batalhão aprendendo como devem se comportar no trânsito. O comandante do 6º BPM, tenente-coronel Alfredo Nogueira, destaca que a questões relacionadas ao trânsito devem ser trabalhadas com as crianças desde pequenas.

    “A Polícia Militar desempenha inúmeras atividades de prevenção com crianças e adolescentes. A Escolinha de Trânsito será o primeiro contato desses alunos com a PM. No ano que vem, quando estiverem no 5º ano, eles vão participar do Proerd e a interação com os policiais será mais natural”.

    Entre os países com maior número de mortes por acidentes de trânsito

    Dados do Ministério da Saúde mostram que o trânsito é a principal causa de óbitos de crianças por acidentes, no Brasil. A maioria, 38%, morre vítima de atropelamento. O país ocupa o 5º lugar no ranking mundial de mortes por acidentes de trânsito da Organização Mundial de Saúde.

    Por Catarinas Comunicação texto e fotos

  • Comentários
  • Fecam e associações de municípios padronizarão a Lei de Acesso à Informação

  • 18-10-2018
  • Seguindo recomendações do Ministério Público – MPSC, a Federação Catarinense de Municípios – Fecam e as Associações de Municípios iniciaram na terça-feira (16) desta semana, um trabalho que resultará na padronização dos portais dos municípios. Tendo por base a Lei de Acesso à Informação (Lei n. 12.527/2011), o MP produziu um check list com 62 itens a serem uniformizados.

    A reunião de planejamento em Florianópolis se estendeu até esta quarta-feira e a ideia é apresentar um modelo de Portal de Acesso à Informação respeitando as características dos municípios. A proposta foi debatida pelo grupo de Transparência da Fecam, formado por colaboradores das associações de municípios e equipe interna da federação de municípios.

    Após vencida esta etapa, a Fecam levará ao Ministério Público, a proposta padrão de cumprimento das normas estabelecidas na Lei. Da Amures participaram da reunião nesses dois dias, o assessor de informática Anderson Bendik do Amarante e o assessor de Movimento Econômico Adilsom Branco.

    Na terça-feira a pauta da reunião foi sobre a Lei de Acesso à Informação – LAI, abordando assuntos diversos como as publicações. Nesta quarta-feira foi tratado sobre a composição de diretoria do Colegiado de Tecnologia e Inovação, novidades sobre os Portais, e-mails e o designer do novo portal de turismo.  

    Capacitações aos gestores de portais

    A adequação às normas do Ministério Público levará os gestores de portais dos municípios a participar de capacitações. Cinco ações já estão previstas para outubro. A primeira aconteceu na região da Associação dos Municípios do Nordeste de Santa Catarina – AMUNESC, na segunda-feira (15).

    Na sequência é a vez dos Municípios da Região da Grande Florianópolis – GRANFPOLIS receber a capacitação, nesta quinta-feira (18). A Associação dos Municípios da Região Serrana – AMURES realiza a capacitação no dia 29, no auditório da Amures.

    Em seguida será a vez da região sul, a Associação dos Municípios da Região de Laguna – AMUREL, no dia 30 e fechando os treinamentos a Associação dos Municípios do Extremo Sul de Santa Catarina – AMESC, dia 31.

    As capacitações ocorrerão das 9h às 17h30 e abordarão os serviços de Portal Municipal, novo Portal de Turismo Municipal, portal e-Sic (Lei de Acesso a Informação - LAI) e gerenciador de E-mails.


    Oneris Lopes 

  • Comentários
  • Ministro entrega a Bom Retiro o Selo Prodetur + Turismo

  • 18-10-2018
  • Depois de Urupema e Lages receberem o Selo Prodetur + Turismo, Bom Retiro confirmou nesta terça-feira (17), o documento que passou por análise prévia do Ministério do Turismo e credenciou o município como prioritário de tramitação junto aos bancos contratados para operações de crédito voltadas ao fomento do turismo.

    Para tanto, o prefeito Vilmar Neckel foi a Brasília especialmente para receber das mãos do ministro do Turismo Vinicius Lummertz, o documento que representa uma conquista para o desenvolvimento do turismo de Bom Retiro.

    O encontro no gabinete do ministro, foi prestigiado também pelo prefeito de Correia Pinto Celso Rogério Alves Ribeiro e o deputado federal Edinho Benz. O engenheiro de Correia Pinto Edézio Alves Júlio acompanhou os prefeitos.

    O Selo Prodetur + Turismo é o passaporte para o município acessar o Fundo Geral do Turismo – Fungetur, que este ano promoveu investidos R$ 38 milhões e para 2019, tem previstos R$ 166 milhões para custeio à pequenos e médios empresários do setor. Lummertz disse aos prefeitos que, o setor turístico está ávido por investimento e não há mais como falar em desenvolvimento econômico e social sem passar pela indústria do turismo e demais segmentos do mercado de viagens.

    Para o prefeito Vilmar Neckel, o Selo Prodetur + Turismo representa um marco no desenvolvimento da atividade em Bom Retiro. “Acabamos de mapear e georreferenciar todos os atrativos turísticos numa parceria com a Amures. Ganhamos um bloco inteiro de divulgação em âmbito internacional da Rede Globo, através do Globo Repórter. Estamos com a sinalização turística sendo implantada e agora a consagração com este documento que abre as portas para possíveis investimentos públicos e privados”, comemorou o prefeito.

    Ele agradeceu ao ministro e a equipe que analisou de forma criteriosa a documentação que resultou no cadastro de Bom Retiro para obter o Selo. Vilmar Neckel reiterou que o Selo, atesta que o Plano de Turismo do município está de acordo com as diretrizes da política nacional de Turismo e com os critérios do Prodetur, o que em outras palavras significa que, o poder público está fazendo os deveres de casa no tocante ao turismo. 

    Prefeitos “garimpam” recursos em Brasília 

    Nove dos 18 prefeitos da Amures estão em Brasília na terça-feira e quarta-feira (17), percorrendo gabinetes de deputados federais, de senadores e ministérios tentando carimbar recursos para o próximo ano. A deliberação para a viagem em grupo, saiu da última assembleia dos prefeitos em setembro. Os prefeitos que não puderam acompanhar a viagem mandaram pelos demais, propostas e projetos para ser protocoladas nas repartições federais.

    A mobilização é liderada pelo presidente da Amures, prefeito de Urubici Antônio Zilli e conta com a presença dos prefeitos de Bocaina do Sul Luiz Carlos Schmuler, Bom Jardim da Serra Serginho Rodrigues de Oliveira, Bom Retiro Vilmar Neckel, Campo Belo do Sul José Tadeu de Oliveira, Correia Pinto Celso Rogério Ribeiro, Palmeira Fernanda Cordova e Rio Rufino Thiago Costa. Integram a comitiva o secretário executivo da Amures Selênio Sartori, o assessor de Projetos e Convênios da Amures Sérgio Gomes, Orli Mosselin, da Câmara de Vereadores de Campo Belo do Sul e o engenheiro de Correia Pinto, Edézio Alves Julio.

    Apesar de permanecer apenas dois dias em Brasília, os prefeitos tentarão protocolar o máximo possível de propostas às emendas parlamentares. É que o prazo para deputados e senadores apresentarem emendas à proposta orçamentária de 2019 encerra dia 20 de outubro.

    Cada parlamentar pode propor até R$ 15,4 milhões em emendas individuais. Metade da dotação é direcionada, obrigatoriamente, para ações e serviços públicos de saúde, por força da Constituição. As emendas individuais são impositivas, ou seja, o governo é obrigado a executá-las. Elas são destinadas, em geral, para as demandas como as que estão sendo apresentadas pelos prefeitos da Amures. 


    Oneris Lopes 

  • Comentários
  • Lombadas físicas implantadas na avenida Santa Catarina

  • 18-10-2018
  • Nesta semana, duas lombadas físicas foram implantadas sobre as pistas de rolamento da avenida Santa Catarina, pela Secretaria de Planejamento e Obras. Para a construção de cada uma delas foram utilizadas 10 toneladas de massa asfáltica, ou seja, uma carga de caminhão, praticamente, no total.

    Placas indicativas sinalizam a existência das novas lombadas, desde a 50 metros de distância. Além disso, faixas amarelas, reflexivas, pintadas sobre estes dispositivos, facilitam a visualização, por parte dos motoristas.

    “Neste ponto da avenida, registra-se grande movimentação de veículos, não sendo expressiva a passagem de pedestres pelo local. Desta forma, a escolha foi pelas lombadas, em vez de travessias elevadas”, explica o engenheiro Franco Mendes.

    Franco disse que devido a não renovação do contrato de funcionamento das lombadas eletrônicas, que provavelmente ocorrerá somente em 2019, a alternativa para conter a velocidade dos veículos automotores, de acordo com os padrões urbanos, são as lombadas e travessias elevadas.

    Fotos: Marcelo Pakinha

  • Comentários
  • Em Lages, iniciativa busca pacificação de forma mais afetiva em casos de violência contra a mulher

  • 18-10-2018
  • Dos 40 presos provisórios da 2ª Vara Criminal da Comarca de Lages quase metade cometeu crime de violência doméstica, foi preso em flagrante e aguarda julgamento. Um número considerado alto para o juiz Alexandre Takaschima, titular da repartição judiciária. Ele é um dos integrantes do Núcleo de Justiça Restaurativa de Lages, na Serra Catarinense. Esse grupo deve colocar em prática, ainda no mês de outubro, a proposta inédita no estado de trabalhar com casais envolvidos em casos de violência contra a  mulher. A ideia é buscar a pacificação de forma afetiva com a reconstrução de uma relação saudável. 

    “ Queremos um outro olhar para o futuro em relação à violência doméstica. Haverá a responsabilização do agressor e também uma auto composição para encontrar respostas para os conflitos. É preciso haver compreensão e respeito à divergência de ideias e desejos nas relações”, destaca Alexandre. 

    O sistema da justiça é um dos maiores mobilizadores da rede composta por profissionais do poder executivo municipal, por meio das secretarias da Mulher, Assistência Social e Saúde, Ministério Público, Polícia Militar, OAB Mulher,  Delegacia de Polícia de proteção à Mulher, Criança e Idoso e Grupo Gênero, Educação e Cidadania na América Latina (Gecal). 

    Todos, em algum momento, farão parte dos ciclos da Justiça Restaurativa. Nessa experiência, foram selecionados cinco casais. “ Quem fez a triagem foi a Secretaria da Mulher. Nenhum dos casos está judicializado, ou seja, não existe processo na justiça tradicional”, explica.   

    Na primeira etapa, chamada de pré-círculo, haverá a proposta de resolução dos conflitos pelo processo restaurativo. A partir do aceite, caso haja interesse dos envolvidos, a ideia é realizar três círculos.  

    Num primeiro momento, homens e mulheres serão divididos em dois grupos de reflexão. Um casal de facilitadores, capacitado para atividade, trará para discussão temas como comunicação não violenta, questões de gênero e depoimentos de outras mulheres vítimas de agressão física, sexual ou psicológica e de homens com dificuldades em seus relacionamentos. 

    O segundo círculo trará um grupo de apoio, formado por familiares, amigos e vizinhos, para um trabalho individual com a mulher e o agressor.  O intuito é fortalecer a estrutura de ajuda tanto da  vítima como do ofensor e identificar as formas de contribuição deles para o processo. É nesse momento que inicia a restauração das relações. 

    No  terceiro círculo, após avaliação sobre a possibilidade de sua realização pelos facilitadores, vítima e ofensor serão unidos. “A intenção é que os danos causados possam ser reparados, a vítima possa expor suas necessidades e haja empatia neste processo, com auto responsabilização, voluntariedade, autonomia e sigilo”, conclui o juiz Alexandre. Chegada a última etapa, o pós-circulo, a rede faz o acompanhamento do caso e verifica o cumprimento do que foi acordado entre os envolvidos. 

    Os encontros devem ocorrer na Universidade do Planalto Catarinense ( Uniplac), em Lages. Como os casos são diferentes, demandam tempo distintos. Por isso, não é possível precisar datas de término de cada fase. Porém, é certo que sempre haverá um grupo de casais iniciando  os ciclos da Justiça Restaurativa.

     Texto e fotos: Taina Borges

  • Comentários
  • Sebrae apresenta o Plano Estratégico da Gestão Municipal para o Poder Executivo

  • 17-10-2018
  • Com o propósito de alcançar maior efetividade nos serviços públicos, assertividade na concentração de esforços e visibilidade de resultados, na manhã desta terça-feira (16 de outubro), o coordenador Regional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Altenir Agostini, acompanhado dos demais consultores da entidade, esteve no Gabinete do prefeito Antonio Ceron para apresentar informações atualizadas sobre os projetos apontados e entregar o Plano Estratégico da Gestão Municipal (Pegem).

    Uma das vertentes do Programa Cidade Empreendedora, o Pegem é um documento que foi elaborado em agosto deste ano, quando os secretários, coordenadores executivos e diretores municipais de autarquias, fundações e serviços pertinentes à Prefeitura passaram por um treinamento no Parque Órion sobre Gestão Estratégica Orientada para Resultados (Geor).

    Com execução a ser seguida pelos gestores até 2020, o Pegem possui como objetivo identificar setores e suas respectivas demandas prioritárias, bem como manter as forças e oportunidades, reduzir ou eliminar as fraquezas e ameaças. Para o prefeito Antonio Ceron, receitas e despesas, geração de emprego e renda e questões tributárias estão entre os principais desafios enfrentados pela administração pública. “Quanto a isso, o Sebrae pode contribuir bastante por meio do conhecimento, plano orçamentário e metodologia própria”, destacou Ceron.

    De acordo com o coordenador Regional do Sebrae, Altenir Agostini, os projetos listados no Pegem físico também estão catalogados num sistema de software, disponível para monitoramento de fases, resultados, investimentos, prazos e demais atualizações. Também estiveram no encontro o vice-prefeito Juliano Polese e demais autoridades municipais.

    Fotos: Marcelo Pakinha

  • Comentários
  • Fórum Parlamentar Catarinense define prioridades

  • 17-10-2018
  • A deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC) presidiu, ontem, a reunião do Fórum Parlamentar Catarinense, que estará sob sua coordenação até fevereiro do próximo ano.

    O evento contou com a participação de prefeitos, vice-prefeitos, presidentes das Câmaras de vereadores e representantes das prefeituras, que vieram a Brasília para tratar sobre a liberação de recursos federais para a saúde Santa Catarina. A expectativa é de que até o final do ano, sejam liberados os R$ 76 milhões restantes dos R$ 212 milhões que o Ministério da Saúde deve ao Estado pelos serviços prestados em atendimento de média e alta complexidade.

    Carmen informou irá apresentar um PDC (Projeto de Decreto Legislativo) sustando a portaria sobre o plano de manejo do Parque Nacional de São Joaquim, que foi publicada, no dia 10 deste mês, sem o novo traçado da área ambiental. A norma desfaz o acordo firmado entre o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o Fórum Catarinense.

    Rodovias

    A outra prioridade da bancada é lutar pela recomposição, ainda este ano, de R$ 76 milhões restantes dos R$ 146 milhões que foram retirados pelo governo federal do Departamento de Infraestrutura de Transportes Terrestres (DNIT) de Santa Catarina. Até agora só foram liberados R$ 70 milhões.

    “Como coordenadora do Fórum Parlamentar irei trabalhar pela unidade da bancada para continuarmos defendendo os interesses do nosso Estado e o aumento do repasse dos recursos do governo federal”, destaca Carmen Zanotto.

    Fotos: Robson Gonçalves/PPS

  • Comentários
  • Semasa encerra convênio com banco Santander para débito automático de fatura

  • 17-10-2018
  • A Secretaria de Águas e Saneamento (Semasa) está comunicando que encerrou o convênio da opção de pagamento de fatura de água em débito automático com o banco Santander.

    De acordo com o secretário da Semasa, Jurandi Agustini, todos os clientes e consumidores que possuíam débito automático com este banco receberão suas faturas normais com código de barras impresso para pagamento em balcão da rede bancária ou lotéricas. “Então estamos alertando aos consumidores que no banco Santander não teremos mais a opção de débito automático para pagamentos das faturas da Semasa”, explica o secretário.

    Caso seja de interesse, o consumidor poderá cadastrar sua fatura em débito automático em conta em outro banco no qual ainda possui convênio: Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Banrisul, Sicoob e Sicredi.

    Foto: Divulgação

  • Comentários